Conservantes

Por dentro dos nossos Produtos

Conservantes

chrono Tempo de leitura : 0 min.

Para que são utilizados?

Os conservantes são substâncias de origem natural ou sintética, cuja principal função é impedir o desenvolvimento de micróbios (bactérias e fungos). Eles são amplamente utilizados para evitar a contaminação microbiana de alimentos, medicamentos ou produtos cosméticos.

Os parabenos e o fenoxietanol são exemplos de conservantes.

Qual é a sua origem ?

Where do they come from?

Os conservantes são mais frequentemente substâncias sintéticas de diferentes famílias químicas (aldeídos, parabenos, fenoxietanol, ácidos orgânicos).

Where do they come from?

Eles também podem ser de origem natural transformados quimicamente (por exemplo: ácido benzóico ou salicílico).

Para que são utilizados?

A Industria cosmética utiliza os conservantes nos produtos que os necessitam para garantir a proteção microbiológica do produto e dessa forma a segurança do consumidor. Um produto cosmético mal protegido e contaminado, utilizado por exemplo no contorno dos olhos ou sobre a pele, pode representar riscos como irritações ou infeções. Eles são essenciais para proteger certas categorias de produtos contra contaminações microbianas que podem ocorrer durante a fabricação ou após um uso repetido por parte do consumidor. Os produtos cosméticos têm uma vida útil relativamente longa (de 6 a 24 meses após a abertura) e, contrariamente aos alimentos perecíveis, são mantidos à temperatura ambiente.

  • Proteção microbiológica

  • Conservação do produto ao longo do tempo

Por que motivo são questionados?

Eles são frequentemente acusados de causar alergias, de desempenhar um papel na ocorrência de certos tipos de câncer (cancro, PT) e são apontados como disruptores endócrinos.

Os factos:

  • O número e a concentração de conservantes que podem ser usados em produtos cosméticos são muito limitados e estritamente regulamentados por várias regulamentações internacionais.
  • Os dados de segurança desses conservantes são reexaminados com muita frequência pelos especialistas científicos das autoridades de saúde internacionais, tendo em consideração os estudos mais recentes.
  • Nesta avaliação dos especialistas, as concentrações que podem ser usadas em produtos cosméticos podem ser ajustadas para eliminar os possíveis impactos na saúde do consumidor.
  • Na Europa o comite de especialistas em toxicologia, quando avalia a segurança de utilização de um conservante, considera que ele pode ser utilizado em diferentes tipos de produtos cosméticos.

Que utilizações têm nos nossos produtos?

Text block 5

Utilizamos um número muito limitado de conservantes selecionados para determinadas categorias de produtos. As suas concentrações são rigorosamente determinadas para garantir o nível certo de proteção microbiológica do produto, no estrito respeito às regulamentações internacionais, garantindo uma perfeita segurança para o consumidor.

Utilizamos diferentes conservantes: se os mesmos conservantes são usados constantemente, isso leva a um aumento da exposição e, portanto, a um maior risco de alergia para o consumidor.

Os conservantes utilizados nos produtos orgânicos (biológicos, PT) são de origem natural e transformados quimicamente. Nós já os utilizamos em alguns dos nossos produtos, mas considerando o potencial alergenico intrínseco (aumento dos riscos de alergia de contato), desejamos obter um maior número de dados de cosmetovigilância antes de utilizá-los em larga escala. Além disso, as suas características específicas fazem com que eles não possam ser utilizados em todos os tipos de formulação.

Desenvolvemos cada vez mais embalagens específicas e novas formulações não vulneráveis à contaminação microbiológica.

Descubra

Os conservantes

Os conservantes são agentes antimicrobianos essenciais para garantir a boa conservação dos produtos cosméticos e evitar possíveis contaminações.

 
  • Fenoxietanol

    Ver mais
  • MIT

    Ver mais
  • Parabenos

    Ver mais