Por dentro dos nossos Produtos

A segurança dos nossos produtos : a nossa prioridade absoluta

chrono Tempo de leitura : 0 min.

A qualidade e a segurança dos nossos produtos cosméticos constituem um compromisso fundamental em relação aos nossos consumidores, aos profissionais de saúde (médicos, dermatologistas) ou ainda profissionais de beleza.


image
 

De forma concreta, a avaliação de segurança dos nossos produtos acontece em quatro etapas. Começa desde a concepção da fórmula e continua durante todo o período de comercialização do produto cosmético:

  • O conhecimento profundo das matérias-primas que compõem os nossos produtos cosméticos

    A avaliação de segurança de um produto começa sempre com um profundo conhecimento da composição das matérias-primas que usamos. O perfeito conhecimento da matéria-prima (a sua qualidade, a sua origem mas também se ela é alergenica, etc...) é obtido graças a um conjunto de dados científicos existentes e a análises internas. Cada ingrediente tem assim a sua própria “carteira de identidade”.

  • Avaliação do uso de matérias-primas nos nossos produtos

    Esta etapa é um componente essencial na avaliação de segurança do produto. Ela consiste em ponderar o risco potencial intrínseco de cada matéria-prima (correspondendo à etapa 1) por um conjunto de parâmetros-chave vinculados à exposição do corpo humano a essas matérias-primas, o que permitirá o seu uso em total segurança no produto acabado.
    Esses fatores de ponderação incorporam em primeiro lugar a categoria do produto.
    Assim, a exposição será diferente entre os produtos enxaguaveis (como shampoos) e os produtos sem enxaguar após o uso (como produtos de cuidados com a pele, por exemplo) ou entre os produtos aplicados no corpo inteiro (como loções para o corpo) e os aplicados numa área menor do corpo (como máscaras para cílios (pestanas,PT). Eles integram também a frequência de uso do produto e certas restrições específicas ligadas ao tipo de consumidor (produtos para crianças ou para pele sensível, por exemplo).
    Após esta etapa, é determinada uma concentração máxima utilizável com toda a segurança para cada matéria-prima no produto. Para garantir uma ampla margem de segurança para o consumidor, as concentrações no produto cosmético acabado são sempre pelo menos 100 vezes menores que a dose máxima aplicável sem provocar efeitos indesejáveis.

  • Confirmação da tolerância do produto através de uma ampla gama de testes

    Depois de verificarmos que cada matéria-prima pode ser usada em doses que não apresentam riscos para o tipo de consumidor em questão ou do uso que será feito do produto, confirmamos a inocuidade e a tolerância do produto acabado em condições normais ou previsíveis de uso (incluindo antecipação de eventuais usos inadequados) a fim de detectar até mesmo o menor efeito indesejável para o consumidor.
    Para fazer isso, primeiro conduzimos uma análise comparativa do nosso novo produto com o nosso amplo banco de dados clínicos existentes.
    Submetemos também os nossos novos produtos a testes complementares de segurança in vitro assim como a testes clínicos realizados em voluntários saudáveis, constituindo grupos de consumidores específicos (pessoas com pele sensível, por exemplo).
    Os estudos são sempre realizados em laboratórios e centros de pesquisa independentes especializados e são realizados dentro de uma rigorosa estrutura metodológica e ética. Quando esta última etapa tiver sido concluída com êxito, o indivíduo responsável pela avaliação de segurança poderá finalizar e assinar pessoalmente o relatório de segurança do produto que será incluído no dossiê regulatório do produto.

    Além desse importante processo realizado antes de colocar o produto no mercado, decidimos adicionar uma quarta etapa que ocorre após a comercialização dos nossos produtos.

  • Monitorização contínua dos nossos produtos cosméticos depois de serem colocados no mercado

    Realizamos uma vigilância rigorosa da segurança dos nossos produtos cosméticos, assim que são colocados à venda, em todo o mundo.
    Isso é possível graças à nossa rede internacional de cosmetovigilância. Assim, recolhemos e analisamos eventuais efeitos indesejáveis após o uso dos nossos produtos, relatados pelos nossos consumidores ou profissionais de saúde. De facto, por exemplo, pode sempre acontecer que uma pessoa desenvolva uma alergia a um ingrediente perfeitamente seguro para o resto da população.
    No caso de um efeito indesejável, mesmo muito benigno ou num número muito pequeno de pessoas, podemos decidir ajustar a composição do produto, a fim de garantir aos nossos consumidores o uso dos nossos produtos com total confiança.

Descubra

As nossas últimas informações

Encontre aqui os temas mais recentes Por dentro dos nossos produtos.

  • Nossa metodologia de eco-concepção

  • Nossos compromissos em nome do respeito pelo meio ambiente

  • Fórmulas mais respeitosas do meio aquático

  • Netlock, a nossa tecnologia para uma proteção solar mais eficaz

  • A classificação das substâncias CMR

  • Traços (Vestígios, PT) de impurezas e de contaminantes

  • As noções de natural e de químico: a confusão dos generos!

  • Os selos: o que são e para que servem?

  • Bebes, crianças e grávidas : cuidados específicos

  • Aplicativos (Aplicações, PT) de beleza

  • A composição dos nossos produtos : o nosso conhecimento, a nossa expertise

  • Os disruptores endócrinos

  • A segurança dos nossos produtos : a nossa prioridade absoluta

  • A Qualidade no centro dos nossos produtos

  • Os metais pesados

  • Os nossos métodos alternativos aos testes em animais

  • O respeito das regulamentações dos produtos cosméticos